Mulher é presa ao tentar entrar em penitenciária com maconha escondida em prendedor de cabelo

Caso aconteceu na unidade de Balbinos (SP) depois que o scanner corporal detectou a droga no prendedor que estava no braço da mulher.

Em outro caso, mulher escondeu a droga no forro da calcinha e também foi presa.

Droga estava escondida dentro do acessório para cabelo que mulher de 31 anos tentava levar para detento na P-II de Balbinos SAP/Divulgação Uma mulher foi presa ao tentar entrar na Penitenciária II de Balbinos (SP) com droga escondida em um prendedor usado para amarrar cabelo, no domingo (1º). A funcionária da unidade observou que a visitante estava com o elástico de cabelo enrolado no braço e pediu para checar o objeto.

A mulher resistiu em entregá-lo, mas durante a revista constatou que havia maconha escondida sob o pano do acessório. A Polícia Militar foi acionada e a mulher, de 31 anos, foi encaminhada à delegacia de Pirajuí para o registro de um boletim e ocorrência.

Ela acabou presa e foi encaminhada à cadeia da cidade, onde ficou à disposição da Justiça. Droga na calcinha Um dia antes, no sábado (30), outra mulher também foi surpreendida na região tentando levar droga para dentro de presídio.

O caso aconteceu na Penitenciária I de Pirajuí, onde a suspeita tentou entrar com porções de maconha escondidas no forro da calcinha. Na P-I de Pirajuí, mulher alegou que volume na calcinha seria o absorvente, mas agentes encontraram maconha escondida no forro SAP Durante a revista, o scanner corporal indicou uma imagem suspeita na calcinha e a mulher disse aos agentes que seria o absorvente que ela usava.

Conduzida ao banheiro, a agente constatou que tratava-se de maconha camuflada na peça íntima. A mulher, de 21 anos, foi levada à delegacia de Pirajuí para o registro da ocorrência e também acabou presa e levada para a cadeia da cidade.

Segundo a SAP, foi instaurado procedimento disciplinar para apurar a cumplicidade dos presos que receberiam os entorpecentes.

A SAP informa também que as pessoas flagradas tentando entrar em presídios com atitudes ou objetos ilícitos são automaticamente suspensas do sistema de visitação. Veja mais notícias da região no G1 Bauru e Marília.

Categoria:SP - Bauru e Marília